Havard visitam Luanda para analisar terrenos nas centralidades

Havard em Luanda
Março 15, 2018
Sessão de sensibilização
Maio 17, 2018

No passado dia 15 de Março, Luanda foi o ponto de encontro de alguns dos mais prestigiados técnicos de arquitectura a nível mundial, num rescaldo da participação da Ministra do Urbanismo e Habitação no Fórum Urbano Mundial que teve lugar em Kuala Lumpur na Malásia, onde foi possível verificador o aumento do interesse no estudo da realidade das cidades angolanas.

Foi neste contexto que alunos de mestrado da Universidade de Harvard, em conjunto com o maior atelier de urbanismo do mundo, elegeram alguns projectos de desenvolvimento urbano da Empresa Gestora de Terrenos Infra-estruturados, como um dos seus casos de estudo/projecto. 

O mais marcante da visita prende-se com a necessidade de garantir a construção de espaços urbanos sustentáveis que se tornem em cidades funcionais e não apenas em dormitórios. E dado o elevado investimento que um espaço urbano carece em infra-estruturas e equipamentos sociais é necessária uma organização racional e flexível aos ciclos económicos.

À medida que a qualidade do espaço se torna evidente verifica-se uma maior demanda do mercado e consequentemente subida de preços. Interessa ao estado e ao mercado essa valorização. Porém porque o “mercado é socialmente cego e insensível” é necessário um controlo através da implementação de políticas fundiárias alicerçadas em instrumentos territoriais (Planos Directores e Urbanos) para que se mantenha os espaços considerados de elevada prioridade social. É este controlo do poder público que garantirá terrenos para habitação social, áreas verdes e equipamentos públicos.

Um dos grandes constrangimentos que a urbanização sustentável enfrenta prende-se com a mobilidade, escoamento das águas e com o investimento de infra-estruturas. Estes e outros os elementos de diálogo foram escrutinados ao detalhe por este grupo de técnicos estrangeiros e angolanos com o propósito último de identificar soluções imediatas para infra-estruturas, e planeamento urbano.